Quarta, 04 Julho 2018 17:00

CONSUMIDOR APOSTA NO ATACAREJO E NÃO ABRE MÃO DAS PROMOÇÕES

Avalie este item
(0 votos)

A mais recente edição do Consumer Insights, estudo elaborado pela Kantar que analisa dados colhidos em 11,3 mil lares brasileiros, que representa 55 milhões de residências no país, revela que os primeiros três meses do ano foram impactados pelos sinais de recuperação da economia, ainda que o desemprego tenha aumentado.

Nesse cenário, após um momento muito negativo em 2015, o começo de 2018 apresentou uma performance mais positiva em relação às unidades compradas pelos consumidores – ao indexar os valores no primeiro trimestre de 2015, o crescimento nesses três primeiros meses foi de 11% versus o resultado dos últimos 3 anos.

No entanto, o volume, tanto em toneladas quanto em litros, desenvolveu-se menos, apenas 4% acima, o que pode ser explicado pela tendência de priorizar tamanhos menores e levais mais unidades, especificamente em categorias de alimentos e bebidas. Ainda diminuindo sua freqüência de compra no longo prazo – queda de 3,1% nos 12 meses terminados em março de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017-, há uma variação positiva de valor deflacionado de 2,5%. De acordo com a pesquisa, no curto prazo, o valor se apresenta mais estável, mesmo com o crescimento em volume, o que ocorre principalmente pela queda de 4% no preço médio, gerando queda no gasto médio dos lares com FMCG (Fast Moving Consuming Goods – Bens de Rápido Consumo).

A Região Sul foi a que mais contribuiu para o crescimento do país no longo e curto prazo (6% em volume/toneladas e 7,2% unidades por ocasião nos últimos 12 meses terminados em março 2018), enquanto Norte + Nordeste é a que mais contribuiu negativamente na comparação aos três primeiros meses de 2018 versus o mesmo período de 2017 (3,2% em volume/toneladas e 6,7% unidades por ocasião).

Os dados da Kantar revelam ainda que o consumo fora de casa cresceu 3% em volume nos primeiros três meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. E a elevação ocorre principalmente via ambulantes e bar. E por falar em canais, o atacarejo continua se destacando junto com farmácia e drogaria. Atacarejo ganhou 2,6 p.p. de penetração, o que representa +1.4 milhões de novos domicílios comprando no canal. Já farmácia e drogaria ganharam 2.9 p.p. de penetração, um incremento +1.6 milhões de lares. Varejo tradicional e porta a porta seguem perdendo espaço.

Ainda que a economia dê sinais de menos instabilidades, os consumidores seguem apostando em práticas da época do agravamento da crise. Marcas mais econômicas e produtos em promoção continuam na ordem do dia. Nos 12 meses terminados em março de 2018, a importância em volume (unidades) de itens em promoção foi de 16,9%. No mesmo período de 2016, o índice era de 12,8%.

Ler 55 vezes

FAMÍLIAS VOLTAM PARA CRISE E TROCAM MARCAS PARA ECONOMIZAR

A economia brasileira acelerou este ano, ainda que timidamente, e a inflação segue controlada. O desemprego ainda é alto, mas não piorou. Ainda assim, 15 milhões de lares entraram em situação de crise em 2018, ou seja, perderam a renda ou estão com dívidas em atraso. O número é superior...

Leia Mais

QUEDA DO CONSUMO FAZ POPULAÇÃO DIMINUIR COMPRA DE ITENS BÁSICOS

A aura de indefinição causada pelas eleições e incertezas da economia retraiu o consumo dos brasileiros no primeiro semestre de 2018 em comparação com os seis primeiros meses do ano passado. E mais do que isso: vários itens básicos deixaram de ser comprados no período analisado - importante ressaltar que...

Leia Mais

BLACK FRIDAY: HORA DE PESQUISAR E GUARDAR PROVAS

Levantamento mostra que 90% dos consumidores voltariam a comprar na megaliquidação. Mas problemas com atrasos na entrega, cancelamentos e risco de fraudes bancárias exigem atenção redobrada de clientes.

Leia Mais

MARCAS SE COMPROMETEM A CORTAR RESÍDUOS PLÁSTICOS

Grandes corporações, como Coca-Cola e Nestlé, atendem a pressão global. Grandes marcas, da Coca-Cola à Nestlé, prometeram cortar todos os resíduos de plástico de suas operações, no que a ONU chamou de o esforço mais ambicioso até agora para combater a poluição por esse material.

Leia Mais

INFLAÇÃO ACELERA EM TODAS AS FAIXAS DE RENDA

A inflação acelerou para os brasileiros de todas as faixas de renda em setembro. Contudo, a alta dos preços dos combustíveis foi mais intensa para as famílias mais ricas, mostrou o indicador do Ipea. Calculado com base nas variações de preços de bens e serviços pesquisados pelo IBGE, o indicador mostra...

Leia Mais

TECNOLOGIA EXCESSIVA PODE MINAR O NEGÓCIO

A corrida desenfreada de algumas empresas brasileiras para implementação de novas tecnologias pode, muitas vezes, ter o efeito contrário do esperado. Com isso, o posicionamento estratégico nos canais físicos e online deve começar a partir do ‘garimpo’ de dados sobre consumidor final.  “Muitos comerciantes têm pressa para começar com operações digitais...

Leia Mais

E-COMMERCE: FATURAMENTO NA BLACK FRIDAY DEVE CHEGAR A R$ 2,43 BI, DIZ EBIT

O comércio eletrônico deve faturar R$ 2,43 bilhões durante a Black Friday em 2018, crescimento de 15% na comparação com o ano passado, aponta a estimativa da Ebit. O número de pedidos pode registrar expansão de 6,4%, indo de 3,76 milhões para 4 milhões, já o tíquete médio deve chegar...

Leia Mais

BRASIL NA ROTA DO ENVELHECIMENTO

O Brasil terá mais idosos do que crianças e adolescentes, de até 15 anos, no prazo de duas décadas. O dado está em projeção divulgada pelo IBGE, no mês de julho, que aponta que o Brasil está em trajetória de envelhecimento e, em 21 anos, o número de idosos, com...

Leia Mais

OMO GANHA EMBALAGEM DE PLÁSTICO RECICLADO

A linha do lava-roupas Omo Multiação, produto da Unilever, ganhou uma edição especial com embalagem produzida com plástico reciclado recolhido do litoral brasileiro.

Leia Mais

MERCADO DE LIMPEZA DOMÉSTICA CRESCE; ATACAREJO SE DESTACA ENTRE OS CANAIS E PRATICIDADE GANHA IMPORTÂNCIA

Em uma época na qual o termo "tempo é dinheiro" não poderia ter uma conotação mais literal, as escolhas de consumo têm sido diretamente impactadas pela necessidade da realização de tarefas da forma mais prática possível - segundo a Kantar Consulting, 82% dos consumidores buscam cada vez mais formas de...

Leia Mais

PARA VENCER A RAZÃO...

No caos que nos atordoa, às vésperas de uma eleição que nos parece imprevisível e decisiva, o que nos consola é saber que o tempo que vivemos vai passar um dia.

Leia Mais

RENDA DE 35% DOS BRASILEIROS É INSUFICIENTE PARA PAGAR AS PRÓPRIAS CONTAS

A renda de 35% dos brasileiros é insuficiente para pagar as contas em dia, mostrou levantamento feita pela CNDL e SPC.

Leia Mais

INTERNAUTA TEM MIGRADO COMPRA POR MARCAS MAIS ECONÔMICAS

O internauta brasileiro está trocando marcas de alimentos mais caras por outras mais econômicas. É o que mostra um estudo do Ibope Conecta sobre alimentação. De acordo com a pesquisa, 69% dos ouvidos estão trocando por alimentos de marcas mais baratas.

Leia Mais

PREÇO DECIDE COMPRAS ONLINE

Levantamento afirma que 67% dos consumidores de lojas virtuais de fora do país consideram que produtos com valores menores são a principal vantagem. Entre os itens mais comprados, estão roupas, calçados e acessórios. 

Leia Mais

FGTS CONSIGNADO

O Ministério do Trabalho está dando os retoques finais num projeto para alavancar os empréstimos consignados para o trabalhador da iniciativa privada, atrelando como garantia os recursos do FGTS. A proposta, que terá que passar pelo crivo do Conselho Curador do FGTS, vai baixar os juros do consignado para o...

Leia Mais