Sexta, 03 Agosto 2018 11:45

NOVA LEI EUROPEIA PARA PRIVACIDADE DE DADOS EXIGE ADAPTAÇÃO DE EMPRESAS NO BRASIL

Avalie este item
(0 votos)

Empresas que atuam nos mercados internacionais e nacionais alteram políticas de proteção de informações de usuários.

Um novo regulamento europeu para a proteção de dados está exigindo adaptações de empresas brasileiras que operam com a Europa. Desde 25 de maio, países que integram a União Européia ou que captam dados de quem está em território europeu são guiados pela regulamentação de protocolo de dados (ou general data protection regulation – GDPR). Grandes empresas brasileiras sinalizam que novas normas devem ter efeitos também em solo brasileiro. 

A determinação, considerada a maior proteção à privacidade online desde o avanço da internet, na década de 1990, estipula que usuários possam checar que informações as empresas guardam sobre ees e determina que a coleta e o uso de dados pessoais sejam feitas apenas sob consentimento explícito, entre outras medidas.

A Hexagon, líder mundial no fornecimento de tecnologias da informação, criou um comitê global multidisciplinar especialmente para adequar aspectos jurídicos referentes à nova lei. A gerente Rachel Filipov é a responsável global para GDPR compliance dentro de uma divisão da Hexagon. Ela explica que a lei coloca restrições ao uso dos contatos existentes em bancos de dados para a realização de campanhas de marketing digital. “Vejo tudo isso como positivo. Tanto do ponto de vista do consumidor/cliente, que será menos bombardeado com informações irrelevantes, quando do ponto de vista dos líderes de marketing. Isso nos obriga a ser cada vez mais criativos e explorar diferentes oportunidades”, afirma Rachel, marketing manager da Hexagon.

O gerente de produtos da Cheesecake Labs, empresa de desenvolvimento e design de aplicativos personalizados, Bruno Guerios, concorda, e complementa: “os brasileiros vão perceber a mudança na política de proteção de dados, principalmente em sites e apps que fornecem seus serviços globalmente.

Os usuários vão notar que tem um controle muito maior sobre quem tem acesso às suas informações pessoais e quais informações estão sendo coletadas”. Mas, independentemente dos impactos da GDPR no país da OSTEC Business Security e especialista em segurança virtual corporativa, Cássio Brodbeck, lembra que os usuários precisa,m ficar atentos às questões relacionadas à privacidad4e nas redes. “A dica de ouro para usuários sobre a privacidade na internet continua sendo a mesma: se exponha o mínimo necessário quando se tem o controle sobre o que está sendo feito, e procure utilizar aplicativos ou sites que realmente são confiáveis, com reputação comprovada. Forneça o mínimo de informações a seu respeito, e busque a área de privacidade ou confiança de softwares e apps. Embora parte sejam ativadas de forma padrão, é possível desativar determinados recursos”.

Já para organizações que temem os futuros  prejuízos decorrentes da insegurança dos dados que possuem, o cuidado deve ser redobrado. “Vale o investimento em tecnologias de ponta existentes no mercado por preços variados, para proteger essas informações e não violar diretamente os dados de forma ilícita”, expõe o CEO da OSTEC Business Security.

Ler 30 vezes

BRASIL NA ROTA DO ENVELHECIMENTO

O Brasil terá mais idosos do que crianças e adolescentes, de até 15 anos, no prazo de duas décadas. O dado está em projeção divulgada pelo IBGE, no mês de julho, que aponta que o Brasil está em trajetória de envelhecimento e, em 21 anos, o número de idosos, com...

Leia Mais

OMO GANHA EMBALAGEM DE PLÁSTICO RECICLADO

A linha do lava-roupas Omo Multiação, produto da Unilever, ganhou uma edição especial com embalagem produzida com plástico reciclado recolhido do litoral brasileiro.

Leia Mais

MERCADO DE LIMPEZA DOMÉSTICA CRESCE; ATACAREJO SE DESTACA ENTRE OS CANAIS E PRATICIDADE GANHA IMPORTÂNCIA

Em uma época na qual o termo "tempo é dinheiro" não poderia ter uma conotação mais literal, as escolhas de consumo têm sido diretamente impactadas pela necessidade da realização de tarefas da forma mais prática possível - segundo a Kantar Consulting, 82% dos consumidores buscam cada vez mais formas de...

Leia Mais

PARA VENCER A RAZÃO...

No caos que nos atordoa, às vésperas de uma eleição que nos parece imprevisível e decisiva, o que nos consola é saber que o tempo que vivemos vai passar um dia.

Leia Mais

RENDA DE 35% DOS BRASILEIROS É INSUFICIENTE PARA PAGAR AS PRÓPRIAS CONTAS

A renda de 35% dos brasileiros é insuficiente para pagar as contas em dia, mostrou levantamento feita pela CNDL e SPC.

Leia Mais

INTERNAUTA TEM MIGRADO COMPRA POR MARCAS MAIS ECONÔMICAS

O internauta brasileiro está trocando marcas de alimentos mais caras por outras mais econômicas. É o que mostra um estudo do Ibope Conecta sobre alimentação. De acordo com a pesquisa, 69% dos ouvidos estão trocando por alimentos de marcas mais baratas.

Leia Mais

PREÇO DECIDE COMPRAS ONLINE

Levantamento afirma que 67% dos consumidores de lojas virtuais de fora do país consideram que produtos com valores menores são a principal vantagem. Entre os itens mais comprados, estão roupas, calçados e acessórios. 

Leia Mais

FGTS CONSIGNADO

O Ministério do Trabalho está dando os retoques finais num projeto para alavancar os empréstimos consignados para o trabalhador da iniciativa privada, atrelando como garantia os recursos do FGTS. A proposta, que terá que passar pelo crivo do Conselho Curador do FGTS, vai baixar os juros do consignado para o...

Leia Mais

BRASIL FICA ENTRE OS ÚLTIMOS EM RANKING DE CRESCIMENTO

Expansão foi uma das piores em lista de 43 países, superando apenas Hong Kong e México.

Leia Mais

NAS LOJAS, JUROS NAS ALTURAS

Varejista é mais tolerante com devedor para manter relação.Redes ganham com parcelamento. Para consumidor, todo cuidado é pouco.

Leia Mais

CLIENTES DO ATACAREJO VOLTAM A PROCURAR MARCAS LÍDERES

Os clientes do atacarejo voltaram a priorizar as marcas líderes na hora de montar a cesta de compras, principalmente em itens básicos, como arroz, feijão e óleo de cozinha, Para 58% dos clientes que consomem estes produtos, a marca é mais importante do que o preço.

Leia Mais

CERVEJAS APOSTAM EM MACONHA PARA CRESCER

O que as cervejarias americanas estão fazendo para se proteger contra a queda no crescimento de sua principal operação? No caso da empresa mãe da Corona, investindo com força na indústria da maconha.

Leia Mais

MARFRIG VENDE KEYSTONE E SEU VALOR ENCOLHE R$ 397 MILHÕES

Operação com a americana Tyson Foods por U$ 2,5 bi não foi confirmada oficialmente. Para analistas, mudança ajudará a reduzir endividamento.

Leia Mais

INADIMPLÊNCIA DEPENDE DE EMPREGOS E RENDA

O número de brasileiros inadimplentes se mostra estável, mas em patamar elevado.

Leia Mais

DADOS MOSTRAM RETOMADA DE CENÁRIO NO BRASIL

Os indicadores macroeconômicos recém divulgados mostram que voltamos, em partes, ao cenário anterior à greve dos caminhoneiros, mas a demanda segue fraca com a manutenção da desconfiança e do desemprego alto.

Leia Mais