Terça, 23 Janeiro 2018 17:55

PREÇO DAS CARNES FICARÁ ESTÁVEL EM 2018

Avalie este item
(0 votos)

Os preços das carnes ao consumidor deverão permanecer estáveis no primeiro semestre de 2018, estima a empresa de pesquisa de mercado GfK. No acumulado de 2017, os valores caíram 4,5% para a carne bovina e 10,7% para a de frango.

“Não há espaço para novos recuos, pois o valor já chegou a um patamar razoável”, avalia o diretor da GfK, Marco Aurélio Lima, referindo-se à primeira metade do ano. Segundo ele, a expectativa é que os preços voltem a crescer apenas em setembro, seguindo a trajetória habitual para o mercado.
Outro fator para a estabilidade é a perspectiva de que a cotação do dólar fique estável. “Apenas uma eventual reabertura de mercados importantes para a proteína animal como Rússia, Estados Unidos ou mesmo um crescimento da demanda chinesa podem fazer com que os preços aumentem para o consumidor”, pondera.
Ele explica que, em 2017, a queda do preço da proteína animal nos supermercados foi estimulada pela oferta farta de grãos, que reduziu os custos de produção e pela Operação Carne Fraca. A investigação levou a JBS, maior player do setor, a baixar os preços no varejo para diminuir os seus estoques, movimento que foi acompanhado também pelos concorrentes da companhia.
Os preços só voltaram a subir para o consumidor em dezembro, devido à demanda das festas de final de ano. Ainda assim, não foram suficientes para que no acumulado do ano fosse de alta.
No caso da carne bovina, a retração superou a previsão inicial de 3% e o valor médio cobrado pelo quilo chegou a R$ 21,53 em novembro. A região Sudeste registrou a maior retração, de 5% no ano.
Com a carne vermelha mais barata, a demanda por frango diminuiu, o que fez com que o valor médio do quilo do produto congelado chegasse a R$ 5,74 em novembro, voltando ao mesmo patamar registrado em maio de 2016. A região Sul registrou a queda mais expressiva nos preços, de 11,2%, com recuo de 6,5% em dezembro ante novembro.

Ler 14 vezes

UNILEVER PODE PARAR DE ANUNCIAR NO FACEBOOK

Em meio ao lamaçal de conteúdo tóxico e fake news, companhias se vêem cada vez mais perto de decisões abruptas quanto ao Facebook. A Folha de SP, por exemplo, foi o primeiro veículo de mídia que abandonou a rede social.

Leia Mais

LEI QUE AUTORIZA UNIÃO A BLOQUEAR BENS DE DEVEDOR DO FISCO É INCONSTITUCIONAL, DIZEM ESPECIALISTAS

Advogados tributaristas alegam que a Lei 13.606, sancionada dia 10/02, permite à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional que determine a órgãos financeiros e de registros de bens que impeçam movimentações e alienações de quem esteja inscrito em dívida ativa.

Leia Mais

EMPRESAS PODEM OFERECER IMÓVEIS PARA PAGAR DÉBITOS TRIBUTÁRIOS

Contribuintes poderão oferecer à união bens imóveis para pagar débitos tributários inscritos em dívida ativa.

Leia Mais

TENDÊNCIAS GLOBAIS DE BELEZA 2018 - SEGUNDO A MINTEL

Apesar das atuais condições do mercado mundial, a indústria de beleza e cuidados pessoais está em grande expansão. Descubra as principais tendências que transformarão a indústria.

Leia Mais

PRODUTOS MAIS CAROS VOLTAM AO CARRINHO DE COMPRAS

Quedas da inflação e do desemprego trazem alívio ao bolso do brasileiro.Retornam à lista itens que haviam saído com a inflação, como cookies, azeite e sabão líquido.

Leia Mais

CADE APROVA VENDA DE NEGÓCIOS DE MARGARINA DA UNILEVER PARA A SIGMA

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a venda dos negócios de margarina da Unilever para a Sigma Bidco B.V., holding controlada pelo gestora americana de private equity KKR & Co. A decisão está no DOU do dia 05/02.A operação, anunciada no fim do ano passado, não suscitou maiores...

Leia Mais

LUCRO DA COLGATE-PALMOLIVE CAI PELA METADE NO 4º TRIMESTRE

A multinacional americana de produtos de higiene, cuidados pessoais e limpeza Colgate-Palmolive reportou um lucro líquido aos controladores de U$ 323 milhões no 4º trimestre do ano passado, queda de 46,7% ante o mesmo período do ano anterior.Em 2017, o lucro líquido caiu de 17,09%, para U$ 2,02 bilhões.

Leia Mais

“MERCADO LIVRE” PASSA A VENDER SERVIÇOS FINANCEIROS

O ML, empresa de tecnologia para o varejo, anunciou a sua entrada no segmento de serviços de crédito no Brasil.

Leia Mais

PESSOAS QUE COMEM SABÃO: UMA BREVE CRONOLOGIA

Marca da P&G lida com problema inusitado nos EUA.O problema que os EUA, e a P&G, passam por conta do desafio de mastigar cápsulas de detergentes.

Leia Mais

WHATSAPP BUSINESS CHEGA AO BRASIL

De acordo com pesquisa da Móbile Ecosystem Fórum com seis mil usuários de móbile, o Brasil é o segundo maior país em uso do WhatApp, atrás apenas da África do Sul.

Leia Mais

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL NÃO É MAIS OBRIGATÓRIA NO BRASIL

Em novembro de 2017 passaram a valer as regras da Reforma Trabalhista, que trouxe inúmeros benefícios para o empreender e para o País.

Leia Mais

ALCKMIN VETA 'SEGUNDA SEM CARNE' E SETOR PRODUTIVO APOIA MEDIDA

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vetou o Projeto de Lei 87/2016, que instituía o programa "Segunda Sem Carne" em restaurantes e refeitórios de órgãos públicos do Estado.

Leia Mais

PREÇO DAS CARNES FICARÁ ESTÁVEL EM 2018

Os preços das carnes ao consumidor deverão permanecer estáveis no primeiro semestre de 2018, estima a empresa de pesquisa de mercado GfK. No acumulado de 2017, os valores caíram 4,5% para a carne bovina e 10,7% para a de frango.

Leia Mais

ANVISA DEFINE NOVAS REGRAS PARA RASTREABILIDADE

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou a Instrução Normativa Conjunta (INC), elaborada pela agência e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que define os procedimentos para aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva de produtos vegetais frescos (in natura) destinados à alimentação humana.

Leia Mais

JOHNSON & JOHNSON AMARGA PERDAS DE QUASE 11 BILHÕES NO 4º TRIMESTRE

A multinacional americana de produtos farmacêuticos e de higiene J&J apresentou um prejuízo líquido de U$ 10,71 bilhões no quarto trimestre do ano passado, revertendo um lucro líquido de U$ 3,81 bi verificado no mesmo intervalo m 2016.No ano, o lucro foi de U$ 1,3 bi, redução de 92,1% ante...

Leia Mais

Assine nossa newsletter

Tenha todas notícias no seu email.

Assinar

Newsletter


Preencha com seu nome e email os campos abaixo

É gratuito!!