Quarta, 02 Maio 2018 20:42

VENDAS DA COLGATE DECEPCIONAM COM A FRACA DEMANDA DA AMÉRICA LATINA

Avalie este item
(0 votos)

A Colgate-Palmolive disse que as vendas do primeiro trimestre ficaram abaixo das expectativas devido à estagnação da demanda na América Latina - seu maior mercado - levando a empresa a reduzir a previsão de vendas amplas.

 

As empresas norte-americanas de produtos embalados vêm enfrentando dificuldades com a baixa demanda e as tensões de preço com os varejistas, que estão reduzindo estoques, oferecendo descontos e se concentrando em marcas próprias para cortar custos. 
Embora a Colgate tenha gasto quase 13 por cento a mais em publicidade em relação ao trimestre anterior e cortado preços entre 0,5 e 2,5 por cento na Europa e na América do Norte em contra um ano antes, as vendas orgânicas não viram o aumento esperado.
O crescimento nas vendas orgânicas, que excluem os benefícios de aquisições e vendas, desacelerou para 1,5 por cento no primeiro trimestre, ante mais de 2 por cento no trimestre anterior, uma vez que a empresa não viu nenhum crescimento nos volumes nos mercados em desenvolvimento.
A empresa disse que agora espera que suas vendas principais cresçam na faixa um dígito baixo em 2018, em comparação com o crescimento um dígito baixo a médio projetado anteriormente.
A ação da Colgate chegou a cair 3 por cento, a 64,85 dólares, piso em 14 meses, mas fechou em baixa de 0,3 por cento.
Os resultados mais fracos não são uma surpresa à luz dos resultados tépidos relatados pelos colegas da Colgate, disse William Chappell, analista da Suntrust Robinson, mas acrescentou que a queda de vendas foi uma surpresa.
As vendas líquidas da Colgate subiram 6,4 por cento, para 4 bilhões de dólares, mas ficaram um pouco abaixo da estimativa média dos analistas, de 4,02 bilhões dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.
As vendas na América Latina subiram apenas 0,5 por cento, para 929 milhões de dólares, atingidas por uma queda na demanda no México, mas os cortes de preços na Europa e na América do Norte reverteram parte da fraqueza.
A P&G no início do mês também registrou crescimento orgânico de vendas que decepcionou Wall Street, principalmente por causa das pressões de preços num ambiente com varejistas cortando custos.
Ainda assim, as ações da Colgate superaram as de seus pares. Enquanto o índice S&P 500 caiu mais de 18 por cento neste ano, as ações da Colgate caíram 12 por cento. Em comparação, as ações da P&G caíram 21 por cento.
Excluindo alguns itens, a Colgate lucro 0,74 dólar por ação, acima da estimativa média de 0,72 dólar dos analistas.

Ler 41 vezes

EXPORTAÇÃO DE GLICERINA ATINGE MARCA DE 40 TONELADAS EM JULHO

As exportações brasileiras de glicerina voltaram a bater recordes no mês de julho segundo os números mais recentes da balança comercial brasileira divulgado pelo ministério da indústria e Comércio Exterior e serviços.

Leia Mais

A SEGUNDA ETAPA DO eSOCIAL JÁ COMEÇOU

Nova obrigação, que entrou em vigor em janeiro, trouxe uma revolução para dentro das empresas, que estão adequando processos e tecnologias para atendê-la. Em julho, foi iniciada uma nova etapa, que abrange as pequenas e médias empresas. O que é o eSocial?

Leia Mais

NIELSEN MIRA E-COMMERCE BRASILEIRO

Diante do crescimento contínuo do comércio eletrônico no Brasil, a Nielsen decidiu entrar com força neste segmento e comprou a Ebit, consultoria especializada em informações de comércio eletrônico do Grupo Buscapé. O processo de aquisição está na fase final com o CADE e deve ser concluído nas próximas semanas.

Leia Mais

VENDAS DA COLGATE-PALMOLIVE CAEM NA AMERICA LATINA

O principal motivo foi a greve dos caminhoneiros no Brasil. Empresa continua líder de mercado em cremes dentais.

Leia Mais

DICAS PARA OTIMIZAR ENTREGA DE PRODUTOS

Traçar rotas para fugir do trânsito é uma das iniciativas. Além de reduzir o tempo nas entregas, gera economia com combustível e manutenção da frota.

Leia Mais

SIMPLUS E CONNECT SHOPPER VÃO DESENVOLVER SOLUÇÕES CONJUNTAS PARA O VAREJO

Com o objetivo de desenvolver soluções que melhorem gestão e operação das empresas, a Simplus, plataforma ventral de informações, imagens de produtos e automação de processos, acaba de firmar parceria com a Connect Shopper, empresa especializada em inteligência de mercado aplicada ao varejo, shopper marketing e gerenciamento de categorias.

Leia Mais

NOVA LEI EUROPEIA PARA PRIVACIDADE DE DADOS EXIGE ADAPTAÇÃO DE EMPRESAS NO BRASIL

Empresas que atuam nos mercados internacionais e nacionais alteram políticas de proteção de informações de usuários. Um novo regulamento europeu para a proteção de dados está exigindo adaptações de empresas brasileiras que operam com a Europa. Desde 25 de maio, países que integram a União Européia ou que captam dados de...

Leia Mais

FOFOCA NO TRABALHO GERA ATÉ R$ 30 MIL EM INDENIZAÇÕES

Empresa deve agir ao tomar conhecimento de qualquer boato que gere constrangimento a algum funcionário.

Leia Mais

70% DOS LOJISTAS ACHAM QUE ECONOMIA ESTÁ PIOR

As decepções com a atual situação da economia brasileira, somada à incerteza trazida pelo período eleitoral, fizeram com que 7 em cada 10 varejistas sentissem que a economia piorou em julho.

Leia Mais

TABELAMENTO DO FRETE JÁ IMPACTA VALORES DOS ALIMENTOS

O tabelamento do frete rodoviário, instituído pelo governo brasileiro para atender caminhoneiros após a histórica paralisação de maio, já está impactando os preços dos alimentos, que ficarão ainda mais caros, caso a medida não seja revista, afirmaram associações do setor do agronegócio e de transporte. 

Leia Mais

JOHNSON & JOHNSON É CONDENADA EM U$ 4,7 BI

A gigante farmacêutica J&J foi condenada, na Justiça americana, a pagar U$ 4,69 bilhões a 22 mulheres com câncer e suas famílias. Elas afirmam que um talco produzido pela empresa continha amianto e foi a causa da doença. A acusação argumentava que o uso do talco na higiene pessoal feminina...

Leia Mais

INADIMPLÊNCIA DAS EMPRESAS TEM A MAIOR ALTA EM 20 ANOS

Pelo menos 70% das dívidas em aberto têm como principais credores empresas do ramo de serviços.

Leia Mais

BANHEIRO DE BOLSO ECONOMIZA ÁGUA E REDUZ IMPACTOS AMBIENTAIS

O Número 1 apresenta-se como solução para quem teme enfrentar banheiros químicos ou expor os filhos a contaminações.

Leia Mais

AUMENTO DE IMPOSTOS

O próximo governo vai aumentar impostos. A questão é saber quais e de que forma. Alguns candidatos dizem que não vão aumentar, outros fazem ameaças vagas aos mais ricos. Outros dizem que reduzirão benefícios, o que é, na prática, elevar tributos. O tema é tabu no Brasil. O esforço deveria...

Leia Mais

MARFRIG RECEBE OFERTA DE COMPRA DA KEYSTONE FOODS

Unidade de alimentos processados para restaurantes está à venda.

Leia Mais