Receita da avon é impactada com queda do numero de revendedoras

Receita da avon é impactada com queda do numero de revendedoras

A empresa americana de cosméticos não atingiu as estimativas para o primeiro trimestre do ano devido à queda no número de representantes de vendas diretas na Europa, no Oriente Médio, na África e no sul da América Latina. 
Os representantes ativos da empresa diminuíram pelo décimo trimestre consecutivo, com queda de 9%, em grande parte devido à redução no Brasil e na Rússia durante o trimestre.
A companhia americana de beleza é conhecida por sua venda direta, com suas representantes popularmente chamadas de “Avon Ladies”, que vão de porta em porta para vender seus produtos de maquiagem, de cuidados para a pele, entre outros.
A Avon, que foi afetada com a queda nas vendas, lançou no ano passado seu plano de recuperação “Open Up Avon” para reiniciar a venda direta, ao mesmo tempo em que investe no comércio eletrônico e em recursos digitais.
As vendas na Europa, Oriente Médio e África caíram 19% para 458,7 milhões de dólares e 17% no sul da América Latina. O prejuízo da empresa atingiu 32,7 milhões de dólares ou 9 centavos por ação no primeiro trimestre encerrado em 31 de março, ante 20,3 milhões de dólares ou 6 centavos por ação no ano anterior.
As receitas totais caíram 15% para 1.19 bilhão de dólares, um valor abaixo da estimativa média dos analistas de 1.24 bilhão de dólares, segundo dados IBES da Refinitiv. 

Fechar Menu